4 Benefícios do uso de Marketing de Influência

Será que vale mesmo a pena?

O marketing de influência ainda é uma novidade no mercado. E como tudo o que é novo, ele ainda enfrenta resistência de uma parte da indústria. Por isso, vamos ver benefícios do uso do Marketing de Influência. 

Estima-se que em 2019, o Marketing de Influência gerará 5 bilhões de dólares. Portanto, esse método de propaganda está, ao poucos, ultrapassando aquilo que nós temos como “tradicional”. Isso se dá por uma série de fatores, tais como o aumento tecnológico, o sucesso dos influenciadores digitais e o decrescente número de consumidores de mídias tradicionais. 

Além disso, nós podemos listar mais alguns benefícios do uso do Marketing de Influência. Por isso, vamos à nossa lista:

1 – Confiança do Consumidor

Qualquer pessoa pode se tornar um influenciador digital, porém não é fácil. No decorrer dos anos nos quais uma pessoa cria sua base de seguidores e engajamento, ela também cria confiança.  Por isso, é mais fácil para as pessoas verem os influenciadores como pessoas reais e acessíveis. Aliás, como elas acompanham o influenciador por um bom tempo e observam seu crescimento, é quase como se fossem amigos. 

Dessa forma, os seguidores tem  mais propensão a ter certeza de que o influencer não anunciaria algo que não fosse realmente bom. Isso acontece mais raramente com atores, por exemplo. No caso de modelos a situação é mais difícil e propagandas impressas são ainda piores. 

É cada vez mais fácil dizer que, atualmente, a forma mais fácil de conseguir a confiança do público é por meio dos digital influencers. 

2 – Uma forma mais fácil de atingir o seu público alvo

Produtos e serviços costumam ter um público alvo. Alguns são mais amplos – selecionados por área geográfica, sexo, idade etc – outros mais específicos – jovens nerds, por exemplo. Seja como for, quando você opta pelo Marketing de Influência torna-se muito mais fácil atingir esse público alvo.

Para exemplificar isso, podemos falar sobre três tipos de campanha. Em todos os exemplos é importante colocar-se no local do público. 

1 – Feita na televisão com o uso de atores ou modelos:

O público que consome televisão é amplo. Você até pode determinar a audiência por horário separando-a por idade, sexo, classe social etc. Entretanto, o público que terá acesso à sua propaganda será amplo. Isso pode parecer bom em um primeiro momento, porém ao analisar bem a situação, percebe-se que, talvez você não atinja tantas pessoas boas para o seu negócio.

Além disso, há o fato de que nem todo mundo assiste comerciais. A menos que você coloque sua propaganda no meio de uma novela, você corre o risco de exibí-la a um número reduzido de pessoas, já que uma parte da audiência tende a mudar de canal durante os comerciais. 

E não é apenas isso que pode ser analisado. Não necessariamente o público gosta de todos os atores que estão na televisão. Por isso, pode ser que sua campanha se torne menos atrativa por uma questão de repulsa da audiência perante àquele que está presente no comercial. 

2 – Feita em mídia online e offline

Nesse caso estamos falando de jornais, revistas e banners em sites, por exemplo. Em primeiro lugar é necessário levar em consideração a queda nas vendas de mídias impressas – offline. 

Em segundo lugar, mídias online e offline passam pelo mesmo problema da televisão: é difícil atingir seu público alvo de forma específica. A menos que sua opção seja o uso de blogs de nicho, será muito difícil atingir ao público esperado. Mais uma vez nós falamos de um estilo de propaganda que atinge em quantidade, mas não tanto em qualidade de retorno. 

3 – Feita por influenciadores digitais

Se uma pessoa segue um influenciador digital, você já pode pressupor que ela sinta uma atração pelo estilo de conteúdo. Ou seja, o influencer se dirige a um público que tem gostos – geralmente – semelhantes aos seus. Dessa forma, quando ele faz anúncio, seu poder de convencimento para a aquisição de um bem ou serviço acaba sendo maior. 

Além disso, você também pode optar por influenciadores de nicho. Por exemplo, se o seu produto é temático de alguma série, você pode optar por fazer propaganda com um canal do youtube que fale sobre filmes e séries. 

3 – Custo mais baixo

Quando um ator ou modelo é contratado para uma campanha, também é necessária a contratação de uma equipe. São necessários maquiadores, figurinistas, cenógrafos etc. 

Entretanto, quando você contrata um influenciador digital nada disso é preciso. O influencer é a própria produção.

Além disso, é preciso deixar claro que você não precisa contratar a pessoa com maior número de seguidores. O importante é ver qual o engajamento dos seguidores. Alguns influenciadores com menos seguidores têm um público muito mais fiel. 

4 – É mensurável 

Tudo o que está na internet é acompanhável. Portanto, é muito mais fácil saber os resultados diretos da campanha se você fizer uso do marketing de influência. 

Antes da campanha você pode analisar, por meio do mídia kit, os números exatos do influenciador. E, após a campanha é possível pedir as métricas do período da campanha. Mais precisamente dos posts ou vídeos usados na ação. 

Fontes 12 e 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *